Sindicato dos médicos
  • Sindimed Sindimed
  • Sindimed cobra no MPF apuração sobre descaso com o Samu de Feira

    Postada em 18 de julho de 2017 as 18:59
    Compartilhe:


    A Procuradoria da República em Feira de Santana apura grave denúncia do Sindimed sobre o estado precário das viaturas do Samu no município. O presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, reafirmou nesta terça-feira (18) em audiência no MPF que o tempo vida útil da maioria dos veículos está expirado e há carência de ambulâncias.

    Após provocação do sindicato, o Ministério Público Federal abriu inquérito que dará subsídio para instaurar ou não uma ação civil pública contra o governo federal. Segundo a denúncia, o Samu do município possui em condições de funcionamento apenas uma viatura do tipo USA (Unidade de Suporte Avançado) e uma motolância. Por sua vez, normalmente circulam dois veículos do tipo USB (Unidade de Suporte Básico), pois raramente as três unidades básicas existentes estão aptas a funcionar simultaneamente.

    Francisco Magalhães assinalou que segundo o protocolo de funcionamento do serviço, são necessárias oito ambulâncias básicas (USBs) e uma avançada (USA), esta conhecida como UTI móvel. Ele informou ao procurador da República Marcos André Carneiro Silva que as equipes de socorro trabalham inconformadas com a precariedade das ambulâncias. Diga-se de passagem, protestos e até mesmo paralisações não são raros entre as equipes do Samu reivindicando melhores condições de trabalho.

    ESTRUTURA SUBDIMENSIONADA

    Além de ser pequeno o número de ambulâncias do Samu em Feira de Santana, é preocupante o seu precário estado de funcionamento. Isto em nada condiz com a demanda da segunda maior cidade da Bahia, com mais de 600 mil habitantes. No início do programa, a substituição das unidades ocorria a cada três ou quatro anos. Nas condições em que os veículos circulam, aumentam os riscos de acidentes e se reduz a eficácia dos atendimentos de urgência e emergência. As ambulâncias são guardadas na avenida João Durval Carneiro, bem perto da Secretaria de Saúde de Feira de Santana. 

     

    Francisco Magalhães voltou a cobrar do MPF providências contra o descaso com o Samu de Feira

    Magalhães foi ao MPF reforçar denúncia de sucateamento

     

     



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.