Dica cultural para o Dia dos Namorados

Postada em 26 de maio de 2017 as 11:22
Compartilhe:


Tá chegando o fim das épocas, vai pegar fogo no mundo,
e o pior, que os vagabundos toca música estrangeira
em vez de aproveitar o que é da gente do Nordeste.
Vou chamar de mentiroso quem dizer que é cabra da peste.

Eu devo ser muito obstinado em/por tentar escrever sobre cultura numa cidade em que qualquer coisa estranha, alienígena, insípida e inodora vinda ‘dos estrangeiro’ como diria o nosso Zé Ramalho tem a boa vontade de editores de incultura. Nesta aziaga quinta-feira, dia 25, os editores (se é que podemos chamar assim) de veículos de incomunicação da capital baiana deram guarida ao tal de Dia do Orgulho dos Nérdis. Aguardem, bastando apenas que haja interesse econômico, que em algum dia 25 de maio, seu filho seja ‘informado’ de que devemos comemorar o ‘Dia da Toalha’, também.  Por quer não? Afinal, no jornalismo pós-moderno, qualquer coisa é qualquer coisa, e dane-se a pesquisa de conteúdo.

Enquanto o fim dos tempos não chega, e a crise (toda ela) tá sugando o nosso futuro, vamos a algumas dicas com fundo cultural para você desfrutar de sua companhia predileta no Dia dos Namorados 2017.

bilumbi_fruits

Para começar uma paquera, sorvete de biri-biri (também chamado de  limão caiena), que conheci na nova unidade da Sorveteria da Ribeira. Para outras datas menos românticas, a explicação cultural/nutricional sobre a fruta pode ser encontrada aqui.

olodum

O fato de que hoje ninguém anda em nosso estado em ‘carros abertos’ (tipo buggy) ou em triciclos ao longo de nossa orla não gera pauta da acomodada crônica local. Mas enquanto não nos tiram de vez o gosto de ir a praias ver nossas amadas balançarem os pezinhos com alegria, sugiro, firmemente, as cangas produzidas pela ilustradora carioca Mônica Fuchshuber. O máximo em cor e amor, eu diria. Tem até esta lindeza acima com o tema do Olodum, para você escolher.

head

Como todo bom namorado, eu também acho que a minha guria tem os mais belos cabelos do mundo. Neste Dia dos Namorados, nada mais justo do que ela ganhar, não um, mais 2 shampoos que têm tudo a ver com a lavra de ‘pequenas’ indústrias que pesquisam e aportam soluções dignamente brasileiras: o de extrato de buriti, um poderoso antioxidante natural, que minimiza os danos causados pelos agentes físicos, da marca Yabae (sediada no Paraná) e o shampoo com raspa de juá da marca Vita Plankta. O juá (baianíssimo, por sinal) é rico em saponina, e possui também uma ação detergente natural, higienizante, adstringente e antiséptica. Sim, antes de por na bolsa de presentes, eu já tenho usado um e outro, muito satisfatoriamente.

7378_stdalfour1

Como eu sou apenas um rapaz sem muito dinheiro no bolso, e vindo do exterior, tento equilibrar em bom gosto e um toque de algo a mais, na hora do Natal, mas creio que a dica vale também para a data que vem aí. Na faixa de 27 reais, pouca coisa pode ser mais surpreendente do que uma geleia francesa  St. Dalfour , produzida com ingredientes 100% naturais . Do conhecido figo ao raríssimo kumquat, temos várias chances de agradar. Se a crise não bateu ainda muito no bolso, as caixas com 2 a 4 unidades (especialmente uma que vem com uma colherzinha de porcelana) vão aquecer o coração em cheio.

81-qrn9mv4l-_sy606_

Feita a propagandazinha da cultura francesa, segue-se uma dica que vem de um país que prima por exportar coisas testadas e aprovadas, e não modismos. O pó pronto para fazer espresso da marca italiana Segafredo. Pasmem, sai até mais barato do que os queridos cafés que bons baianos nos ofertam trabalhando em Seabra e região.

Num país que depois do baiano Nelson Carneiro ter conseguido a liberação do divorcio muita gente namora com pais/mães de crianças adoráveis, talvez uma estratégia duplamente sedutora (e interativa) sejam os origamis (opa, mais uma dica alienígena…)  na forma de bichinhos (e outros). Uma indicação que você pode seguir aqui.

maxresdefault

Para terminar de modo ‘tradicional’, vou sugerir disco de alguém que vem lá da região de Cruz das Almas, até por que a safra de discos em lançamento este mês está paupérrima. Dê disco(s) de Lui Muritiba, ou toque algo dele direto do computador e corra pros muitos abraços.

Escolhi algo sobre João Ubaldo ao incluir a imagem acima com Lui porque ele está pautadíssimo em minha vida de produtor cultural. Aguardem…

Texto e pesquisa de Marko Ajdaric.
https://www.facebook.com/marko.ajdaric.79

Material exclusivo do Sindicato dos Médicos da Bahia. Não se autorizam cópias, no todo ou em parte.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.