Hygia promete respeitar prazo de pagamento na maternidade José Maria de Magalhães Netto

Postada em 19 de abril de 2017 as 18:58
Compartilhe:


A terceirizada Hygia se comprometeu a pagar aos médicos sob o regime CLT da maternidade José Maria de Magalhães Netto respeitando o prazo até o 5º dia útil de cada mês. O compromisso foi firmado em reunião nesta quarta-feira (19) entre a Sesab, a terceirizada, o Sindimed e o corpo clínico da maternidade realizada no gabinete do secretário de Saúde do estado. Ainda no encontro, foi informado que para os médicos PJ não é possível pagar neste mesmo prazo devido a questões burocráticas, ficando definido um limite até o dia 20 dos meses subsequentes.

A reunião foi realizada após uma paralisação de advertência de 24 horas promovida na segunda-feira (17), quando os médicos da maternidade protestaram contra o recorrente atraso de pagamentos. Ficou definido também que o corpo clínico enviará à Hygia a lista dos profissionais que pretendem regularizar o vínculo na modalidade CLT, outra reivindicação importante da categoria. Já a solicitação de equiparação salarial com as demais maternidades públicas foi rechaçada de pronto pelos gestores, sob alegação de “restrição orçamentária”.

Reunião na Sesab aconteceu após protesto de 24 horas na maternidade, no bairro do Pau Miúdo

Reunião na Sesab aconteceu após protesto de 24 horas na maternidade, no bairro do Pau Miúdo



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.