Médicos de Porto Seguro estão em greve por melhores condições de trabalho

Postada em 24 de abril de 2017 as 11:45
Compartilhe:


Os médicos do Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM), em Porto Seguro, estão em greve desde quinta-feira (20), exigindo melhores condições de trabalho, reforma do centro cirúrgico, regularização de insumos, aumento da equipe de plantonista e regularização da data de recebimento do salário, eventualmente em atraso, para até o décimo dia útil do mês. Estão mantidos apenas atendimentos emergenciais. A decisão pela mobilização surgiu após assembleia, que ocorreu no último dia 19.

O estado precário da estrutura do hospital vem sendo alarmado pelos profissionais há três anos, mas a gestão não toma providências. De acordo com a equipe do corpo clínico a estrutura não suporta nem uma simples chuva, sendo o extremo da situação.  Faltam materiais essenciais para cirurgias e há preocupante sobrecarga de trabalho dos médicos plantonistas. A equipe do corpo clínico destaca que o HDLEM é o único hospital da região, que acolhe pacientes de Belmonte, Cabrália, Guaratinga, Itabela e outras, portanto deve ser devidamente capacitado para receber essa alta demanda.

“O salário este mês está em atraso e a direção do IGH, gestora responsável, declarou que o pagamento será feito até quarta-feira”, relatou um dos médicos. Nova assembleia ocorrerá amanhã (25), 18h30, no auditório do hospital. Espera-se que a Sesab e a IGH informem quando a reforma será iniciada e cumpram as demais solicitações reivindicadas, além de cumprir a regularização referente ao dia da remuneração.

Reprodução:Sesab

Reprodução:Sesab

Tags: , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.