Assembleia de médicos define participação em greve geral

Postada em 20 de abril de 2017 as 13:06
Compartilhe:


Na próxima segunda-feira (24), uma assembleia geral dos médicos define a participação na greve geral nacional convocada pelas centrais sindicais para o dia 28 de abril. Os trabalhadores protestam contra a Reforma da Previdência, a ampliação da Terceirização e a Reforma Trabalhista que vêm sendo feitas a toque de caixa, sem a necessária discussão com os diversos setores da sociedade.

Na Bahia, a greve já conta com adesão de professores, policiais, rodoviários e demais profissionais de saúde da rede estadual. A programação é suspender todas as atividades, não estando previsto passeata no dia.

Reformas contam com ampla rejeição

 
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Conselho Federal de Economia (Cofecon) a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Defensoria Pública, a Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra) e a  Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT)  já se posicionaram contra a Reforma da Previdência.

Em nota publicada nesta quarta (19) a OAB, Cofecon e a CNBB criticara a forma como vem sendo conduzida a proposta. “Nenhuma reforma que afete direitos básicos da população pode ser formulada, sem a devida discussão com o conjunto da sociedade e suas organizações”, afirma o texto assinado pelas três entidades. Confira a integra no site da OAB. Em fevereiro, a OAB junto com dezenas de entidades já haviam condenado a proposta.
Assembleia Geral de Médicos
Data 24 de abril
Local: Sindimed
Horário: 19h
Pauta:
Greve Geral 28 de Abril
Reforma da Previdência
Terceirização
Reforma Trabalhista


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.